Rosácea.. O que é.. por Luciana Marques

Você sabe o que é Acne Rosácea? O que tem escondido por trás? Como a alimentação pode auxiliar nos tratamentos estéticos?

Então vamos partir do inicio…

O que é Rosácea?

A rosácea é uma doença de pele comum, cujos sintomas envolvem áreas de eritema ( vermelhidão) na pele e lesões inflamadas, especialmente nas bochechas, nariz, frontal e mento. Muitas vezes começa entre as idades de 30 e 50 anos e afeta mais mulheres do que homens, mas os homens não estão livres, uma pequena porcentagem de homens tem acne rosácea e muitas vezes eles nem sabem do que se trata.

Quando os primeiros sintomas aparecem, podem ser confundidos com queimaduras solares. Conforme a doença se agrava,os eritemas torna-se mais duradoura.

A Rosácea pode piorar ao longo do tempo, levando a mudanças permanentes na aparência e afetando a autoestima. Não há cura conhecida para a rosácea, mas ela é tratável, com excelente controle, uma desintoxicação corporal completa, reeducação alimentar e nutricosméticos.

Localização e tipos de Acne Rosácea

Existem cinco subtipos de rosácea, que variam conforme ela se manifesta e onde se localiza:

  • Eritemato telangectasia
  • Rosácea pápula pustulosa
  • Rosácea fimatosa
  • Rosácea ocular
  • Granulomatosa.

Porém os  subtipos podem se misturar. Ocorre, por exemplo, a combinação do fimatosa com o tipo pápula pustulosa e também com a forma mais comum, a eritemato telangiectásica. Também é muito frequente a associação de rosácea do tipo fulminante com a ocular.

Vamos conhecer cada uma delas profundamente.

acne eriEritemato telangectasia

A pele adquire um tom avermelhado, rosado e diminutos vasos (telangectasias) se tornam evidentes, principalmente na região centro facial, próximo as asas nasais. O avermelhamento pode ser agravado por vários fatores, entre eles: o álcool, sol, estresse, exercícios físicos e calor. Quem possui a rosácea pode ter a sensação de estar com a pele pinicando ou queimando. Neste caso, a pele é mais sensível e não se pode utilizar creme abrasivos ou ácidos.

1 acneRosácea pápula pustulosa

Nesse tipo de rosácea, soma-se ao tom avermelhada o aparecimento de lesões pápulo-pustulosas em grupos, como se fossem pequenas acnes aglomeradas. Esse tipo de acne rosácea lembra a acne comum – tanto que por muito tempo foi chamada de acne rosácea. O tipo pápula pustular é mais comum em homens, com períodos de piora e melhora alternados.

 

 

 

2 acneRosácea fimatosa

Esse é o tipo menos frequente de rosácea. Seria um estagio final da doença. A pele, torna-se espessada, endurecida e avermelhada, com poros dilatados. A rosácea fimatosa é caracterizada pelo aumento e infiltração de áreas como as glândulas sebáceas do nariz e é comum em homens com mais de 50- 60 anos. Com o tempo, o nariz pode até dobrar de tamanho. O mento ( queixo) também pode ser comprometido.

 

 

 

Rosácea ocular

Como o nome diz, a rosácea ocular atinge a região dos olhos. Cerca de 20% dos casos são descobertos em visita a um oftalmologista. O indicativo da doença é uma inflamação (chamada de blefarite) com avermelhamento e descamação na área dos cílios. Este tipo é o mais grave, pode evoluir para a perda da visão.

 

 

 

3 acneGranulomatosa

Existe outro subtipo mais raro da rosácea, chamado granulomatosa. Sua característica principal é o aparecimento de pequenos nódulos acastanhados na face. Cerca de 15% dos pacientes com a doença podem ter lesões em outros locais. Seu diagnostico é difícil e requer um alto grau de suspeição por parte do dermatologista. Seu tratamento também é um desafio. É sempre bom trabalhar em parceria com um dermatologista, pois, profissionais de estética podem auxilar em tratamentos estéticos, porem é necessário o acompanhamento do médico dermatologista.

 

 

 


Quais são as causas da Acne Rosácea?

Na verdade a causa da rosácea é desconhecida, mas estudos recentes apontam para uma combinação de fatores hereditários, ambientais e maus hábitos alimentares. Uma série de fatores pode desencadear ou agravar a rosácea, aumentando o fluxo de sangue para a superfície de sua pele. Alguns destes fatores incluem:

  • Alimentos quentes ou bebidas
  • Alimentos picantes
  • Álcool
  • Temperaturas extremas
  • Exposição ao sol
  • Estresse, raiva ou vergonha
  • Exercício extenuante
  • Banhos quentes ou saunas
  • Uso de corticosteroides
  • Uso de medicamentos que dilatam os vasos sanguíneos, incluindo alguns medicamentos para pressão arterial.

Quais são os fatores de risco?

Os seguintes grupos de pessoas estão em maior risco de desenvolver rosácea:

  • Pessoas entre 30 e 50 anos de idade
  • Pessoas de pele clara, com cabelos loiros e olhos azuis
  • Descendentes de celtas ou escandinavos
  • História familiar de rosácea
  • Histórico de acne grave no passado
  • Mulheres (no entanto, os homens também podem desenvolver rosácea e tendem a ter sintomas mais graves).

Sintomas da Acne Rosácea

Sintomas da rosácea podem incluir:

  • Eritema facial. Pequenos vasos sanguíneos no nariz e bochechas muitas vezes incham e tornam-se visíveis.
  • Protuberâncias no rosto que se assemelham a acne.
  • Secura ocular e pálpebras avermelhadas, com irritação e inchaço.
  • Nariz alargado. Raramente, a rosácea pode engrossar a pele do nariz, fazendo com que ele adquira um aspecto grosseiro.
 
 

Tratamento de Rosácea

A rosácea não tem cura. No entanto, com o tratamento adequado, com novos hábitos alimentares e controle a maioria das pessoas consegue amenizar os sintomas e evitar que a doença se agrave.

O tratamento mais comum em cabine é a Limpeza de Pele, porém, lembre-se que existe cosméticos próprios para esse tipo de limpeza de pele.

Máscaras de argila e óleos essenciais são bem vindo, até mesmo para aliviar o eritema e amenizar os sintomas.

Acupuntura Estética Facial, poderá ser de grande ajuda,

Os estéticistas poderão trabalhar em conjunto com um tratamento médico, muitas  vezes os médicos dermatologistas utilizam produtos tópicos, como metronidazol 0,75%, ácido azelaico 0,75%, peróxido de benzoila e retinoides tópicos. O objetivo principal do tratamento é diminuir a inflamação do cliente, usando as substâncias citadas cerca de 1 a 2 vezes por dia.

Os médicos Dermatologistas também utilizam como uma alternativa o oximetozolina e da brimonidina. Ambos diminuem e controlam o flushing (eritema).

Para a rosácea pápula pustulosa, ocular e fimatosa, geralmente nós profissionais de estética não podemos fazer tratamentos estéticos, a não ser por uma orientação médica, e por escrito. Pois geralmente nesses casos  é necessário utilizar o antibiótico do grupo das ciclinas: a tetraciclina e a minociclina. Eles são utilizados até o controle clínico da doença e, com o tempo, a dose do remédio será reduzida aos poucos. Já a isotretinoína pode ser utilizada nos quatro tipos de rosácea. O tratamento dura em torno de 3 a 6 meses. Em todas essas situações, pode haver associação dos medicamentos com laser.

A correção cirúrgica da rosácea é indicada nos casos de fimatosa. E para tratar a rosácea ocular, muitas vezes é necessária abordagem específica, como o uso de colírios locais (com antibióticos) e também imunossupressores, como a ciclosporina.

Também é importante o uso do laser ou da luz pulsada para vasos. A luz do laser atinge os vasos, promove sua destruição e clareia a região.

É sempre bom lembrar que nada disso irá curar a acne rosácea, somente amenizar os sintomas. Por  esse motivo,  sempre precisará de acompanhamento e tratamentos de pele para amenizar quando a acne estiver ativa.

Ambientes abafados e quentes, exposição solar sem proteção, peeling, estresse e nervosismo são alguns fatores que aumentam a possibilidade de uma crise. Como a pele com rosácea também é muito mais sensível a produtos cosméticos, é importante ter cuidado com o uso de substâncias que contêm ácidos e álcool.

Cuidados com a alimentação

Excesso de álcool, pimenta, comida condimentada, café e outros alimentos quentes podem piorar a rosácea. Hipertensão e doenças gastrointestinais também são fatores relacionados a surtos desse problema. Por isso, evitar alimentos que agravam essas doenças é uma boa medida de prevenção, opções ricas em sódio ou muito ácidas e temperadas devem ficar fora da sua dieta.